« voltar

Permuta

Reflexão sobre uma situação que aconteceu comigo no final de semana (22/04/2017).

Permuta é um tipo de contrato no qual uma das partes é obrigada a dar algo em troca de alguma coisa, que não seja moeda financeira.

O problema da permuta é que muita gente não tem noção do que esta envolvido. Que essa negociação só é diferente de uma transação comercial, porque não vai ter moeda corrente envolvida. Mas se você analisar a permuta, tem muito mais que dinheiro envolvido. Ela esta ligada direto ao seu trabalho, ao seu nome, a sua marca. Essa transação vai acontecer porque alguém acreditou que é valido trocar algo que ela faz(produz, negocia, cria, etc…), por algo que você tem (produz, negocia, cria,etc…)

Normalmente empresas/pessoas que estão começando sua trajetória profissional buscam a permuta para alavancar seu trabalho, e depois com o tempo – no meu caso, você busca permuta para realizar alguns projetos que tem em mente mas não tem o capital para bancar.

Como fotógrafo vivo os dois lados da moeda. Quando procuro projetos/parceiros para permuta, acredito que meu trabalho oferece algo bom para ele, e, quando me oferecem a permuta é porque acreditam que o que estão oferecendo agrega algo para o meu desenvolvimento profissional. Em qualquer uma das situações minha obrigação moral e ética após aceitar a proposta é cumpri-lá. Simples, é meu produto, meu nome..

Se você se comprometeu com um projeto e deixar de cumprir, por motivos pessoais – a grande maioria, banais, simplesmente você desrespeitou todos os envolvidos. A desculpa – errada, que muitos dão para o não cumprimento da sua parte é que não tinha dinheiro envolvido. Ao contrário meu caro, tem muito dinheiro envolvido, de forma indireta, mas tem:
– Quanto custa a hora/homem de todos os profissionais envolvidos?
– Para acontecer essa permuta, foi investido algum valor pela outra parte envolvida (locação de equipo, contratação de equipe, compra de palheta de make, etc) ?
– Quanto tempo demorou para montar esse projeto?
– Qual era a sua parte no projeto?
– Sem você, o projeto acontece?
– Qual vai ser o impacto de não cumprir sua parte?
– Você deu tempo hábil para a outra parte tentar reverter qualquer dano ou prejuízo que vai ser causado pela sua indisponibilidade?

Se existir uma resposta coerente para cada uma dessas perguntas, ótimo, mas infelizmente a realidade é outra. No meu caso – projetos fotográficos liga-se no dia e cancela por “n” motivos pessoais, pronto, simples assim. Muitas vezes – como o ocorrido nesse final de semana, eu já estava no local das fotos e a maquiadora já estava no caminho. Perdemos tempo e dinheiro, os dois. Porque bloqueamos nossa agenda para metade daquele dia e pelo nosso comprometimento ao projeto recusamos trabalhos remunerados.

Para finalizar meu conselho é, antes de aceitar um contrato de permuta, tenha em mente tudo que esta envolvido, quantos profissionais vão estar a disposição para esse projeto, e se precisar cancelar faça-o com tempo hábil para desativar tudo que foi ativado para o projeto acontecer. Se realmente precisar cancelar, faça-o por um motivo legitimo, que seja aceito por todos os envolvidos, que não soe como descaso.

Lembre-se permuta envolve algo muito mais que dinheiro, envolve sua CARREIRA, sua MARCA e seu NOME.

 

*A foto em destaque é o resultado de um trabalho realizado através de permuta, onde todos os envolvidos compreenderam sua importância para a realização do projeto. Agradecimento para todos os envolvidos:
marcas: Nove Surf e TopLess;
modelos: Thaina e Thamires;
maquiadora: Bruna;
produtoras: Nykelli e Leu.

11 954678712
Harnebach Fotógrafo
cel.whats: 11 954678712